Nyusi nomeia novos ministros da Defesa e do Interior

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi nomeou Cristóvão Artur Chume e Arsénia Felicidade Félix Massingue para os cargos de ministros da Defesa e do Interior, respectivamente, informou a Presidência da República em comunicado.

Cristóvão Artur Chume vai substituir Jaime Neto, exonerado pelo Presidente moçambicano do cargo de ministro da Defesa na quarta-feira.

Até à data, Chume era comandante do ramo de exército, posto que assumiu em Março deste ano, após alterações na estrutura das Forças Armadas de Defesa promovidas pelo chefe de Estado moçambicano.

Além de comandar a Academia Militar entre 2019 e 2020, o novo ministro da Defesa foi também director nacional de Política de Defesa, função que desempenhou entre 2011 e 2019.

Enquanto Arsénia Felicidade Félix Massingue vai ocupar o cargo de ministra do Interior em substituição de Amade Miquidade, afastado na segunda-feira em despacho presidencial.

Massingue, era comissária-chefe da Migração, tendo estado na lista dos oficiais do Serviço Nacional de Migração que beneficiaram de uma progressão de carreira em Novembro de 2020, passando do escalão 1 para 3.

Além de nomear novos ministros da Defesa e do Interior, Filipe Nyusi indicou Constantino Alberto Bacela para o cargo de ministro na Presidência para Assuntos da Casa Civil, substituindo Adelaide Anchia Amurane, exonerada na segunda-feira.